quarta-feira, 22 de março de 2017

Um filme que mostra um lado do mundo dos negócios de uma forma realista e de certa forma cruel, pena que o exagero de atenção chega a atrapalhar até a continuidade do filme... assistindo Fome de Poder em Cinemark Shopping Cidade São Paulo.



Hoje dia de escrever sobre um filme que tem uma história bem interessante, bem voltado ao empreendedorismo, mostrado de uma forma bem real e sem rodeios, basicamente a verdade nua e crua e que doa a quem doer. O começo do filme mostra bastante como o filme vai acontecer, mostra a grande luta e perseverança do protagonista em ver oportunidades e querer crescer com isso, com um ego um tanto inflado e cheio de pré-conceitos, tudo parece caminhar para uma história bonitinha de como vencer na vida, mas em pouco tempo o filme se mostra bem real, não há conto de fadas, a vida não é boa, nem fácil, nem simples, nem inocente, o mundo é dos espertos, a lei do mais forte se mostra com vontade e é a aí a grande sacada do filme. O filme todo tenta mostrar dois lados do mesmo empreendimento, um lado mais conservador e clássico, onde a simplicidade e a inocência se mostram lado a lado com a grande fome do empreendedorismo em dar certo, a grande fome de querer gerar receita e lucro a qualquer custo, a grande fome do capitalismo de crescer e vencer de qualquer forma, e como o filme é do gigante McDonald's, o filme não esconde que as coisas não são nada boazinhas. Fora da história o filme basicamente é do Michael Keaton, é quase um filme solo, há uma dúzia de coadjuvantes, alguns até muito importantes pra história, mas o foco é quase todo no protagonista, e aqui mora a maior falha do filme, a grande maioria dos atos que fogem um pouco da linha principal da história são bem superficiais, são pouco detalhadas, e em alguns momentos, são completamente desnecessários, mesmo tendo a boa intenção de mostrar que a vida do protagonista foge do empreendedorismo, tudo é bem fraco fora desse ponto. A continuidade do filme também tem algumas falhas, algumas passagens parecem acontecer da água pro vinho e ficam um pouco sem explicação, até em passagens um tanto importante, o filme dá um certo pulo e já mostra que o personagem se deu bem, isso incomoda em certos pontos. De resto o filme não tem muito o que mostrar, cenários são simples e maioria das passagens mostram cidades pequenas e ambientes sem muitos detalhes, tudo é muito voltado ao protagonista, não dando muito espaço pra outros pontos de produção. No geral, um filme interessante pela história, que mostra tudo de uma forma que chega a ser um tanto cruel, mas que diz bem claro que o mundo dos negócios funcionam dessa forma, sem fantasia, numa atuação muito boa do ator principal, mas que de resto dá umas boas escorregadas, principalmente na continuidade do filme.

#filme #cinema #documentário #drama #negócios #empreendimento #perseverança #história #real #conservador #clássico #simplicidade #inocência #ganância #ego #lucro #McDonalds #FomeDePoder #Cinemark #shopping #CidadeDeSãoPaulo #GuiasLocais #LocalGuides #CinetecaXinguê

Nenhum comentário:

Postar um comentário